Artigos‎ > ‎

Desaparecido em 1998, Rui Pedro completa ou completaria 27 anos

postado em 9 de fev de 2014 13:49 por Desaparecidos do Brasil   [ 9 de fev de 2014 13:50 atualizado‎(s)‎ ]


 "O Rui Pedro não foi esquecido" Filomena Teixeira não suportou angústia e memórias da infância de Rui Pedro e refugiou-se em casa no dia do 27.º aniversário do filho.




No dia em que Rui Pedro completa 27 anos, seus pais Manuel e Filomena sentem-se frustrados por não poderem oferecer algo ao filho.

"Se pudéssemos, tentaríamos dar-lhe tudo o que até agora não foi possível, fazer com que fosse feliz, vê-lo realizado, mas perdemos grande parte da juventude dele e não sabemos o que podemos fazer mais", desespera o pai.

A mãe, Filomena Teixeira, não conseguiu suportar a dor e manteve-se em casa, entre lágrimas e recordações.

"É um dia triste, porque há quase 16 anos que não estamos presentes nem sabemos o que se terá passado com ele", diz Manuel enquanto suas lembranças o remetem ao 10 aniversário do filho, 16 anos atrás. "Gostava muito de receber presentes, como qualquer criança, e quando o meu sogro ou o padrinho lhe davam um carrinho, ele ficava muito feliz", recordou o pai de Rui Pedro.----------------


Afastada da tragédia,  Carina tinha oito anos quando o irmão Rui Pedro desapareceu.Cresceu sofrendo em silêncio, cursou medicina da  Faculdade do Porto, enquanto assistia a busca incessante dos pais, Manuel e Filomena. Hoje desdobra-se em cuidados pela mãe.
"Muitas vezes a Carina é que é a mãe e a Filomena a filha. Ela cuida dela todos os dias, dá-lhe os medicamentos e ajuda-a muito quando a esperança parece desvanecer" conta um familiar.

O frágil estado de saúde da mãe causa-lhe uma enorme dor. Todos os dias Carina vê a mãe logo pela manhã a rezar e a chorar no quarto vazio de Rui Pedro.

"Nós não falamos sobre o que aconteceu. Sofremos muito estes anos todos, mas a Carina nunca tocou no assunto, e eu sempre respeitei isso. Acho que no fundo ela finge que tudo continua na mesma e que um dia o irmão vai voltar", disse João André, primo da jovem.



Rui Pedro desapareceu em Lousada em 4 de Março de 1998, tinha então 11 anos de idade e o seu amigo Afonso Dias, principal suspeito, tinha 21. A acusação, deduzida a 11 de fevereiro de 2011, sustenta a "forte probabilidade" de Afonso Dias ter conduzido Rui Pedro a um encontro sexual com prostitutas, na EN 106, sentido Lousada-Vizela, zona da Lustosa. Depois disso, Rui Pedro -- doente epilético que era medicado diariamente - nunca mais foi visto.

O caso foi julgado e Afonso Dias foi absolvido em fev. de 2012. A família e o ministério público apresentaram recurso para o tribunal da relação do Porto que acabou condenando o acusado a três anos e meio de prisão efetiva. Para assinalar este dia do aniversário onde ele faria 27 anos, a mãe de Rui Pedro, e a associação portuguesa de crianças desaparecidas, lançaram um video com um apelo. Veja ao lado.

APELO - O vídeo é um apelo da mãe de Rui Pedro,  na esperança que alguém tenha alguma informação que possa trazer paz ao coração dos pais.

Rui Pedro desapareceu em Lousada (Portugal) em 4 de março de 1998. Fazem 16 anos que desapareceu, mas não foi esquecido.

"Queremos saber a verdade", diz o pai.

O vídeo realizado por Cláudia Clemente, os atores Ana Padrão e Paulo Pires,  eles perguntam: 
"Lembra-se dos últimos anos vividos com seu filho? A mãe de Rui Pedro, Filomena Teixeira responde: Não!

O vídeo original  já é um dos mais vistos em Portugal.

Na Europa - Criança Desaparecida Disque 116000

No Brasil - Criança Desaparecida Disque 100
Comments