O polêmico caso dos irmãos surdos Marcelo e Raquel (Família encontrada)

 
Proibida a reprodução das histórias. Autorização por escrito  -  Direitos Autorais

Marcelo "" Cadê minha mãe ???? Eu não aguento mais ficar nos USA eu quero voltar no meu país do Brasil eu quero minha mãe e meu pai !!! por favor me ajude to desesperado para encontrar meus pais eu não estou feliz aqui nos Estados Unidos. 

Me Help !!!!!""

Raquel ""Yes, Cheryle is voice abuse and physical aggressive and she let not me go home brasil..""



Um caso altamente complexo que chegou às nossas mãos com mínimas chances de sucesso, foi sem dúvida  a história de Marcelo e Raquel de "Tal", dois irmãos deficientes auditivos, levados para adoção internacional pela  ONG Limiar que atualmente é investigada por envolvimento com o tráfico de crianças. Um longo trabalho de pesquisas foi realizado junto a Prefeituras, Orfanatos, Cartórios e Fórum de Jundiaí, cidade indicada por Marcelo como sendo o provável local de residência  dos pais biológicos.  Por duas vezes solicitamos publicação em jornais locais para possível localização de algum familiar dos irmãos. Uma pessoa entrou em contato e  contou que trabalhou na Casa Transitória e tinha lembranças da menina Raquel, esta foi a primeira pista positiva.   Enquanto pesquisávamos e procurávamos através de mapas o local que Marcelo havia nos descrito, oriundas das suas poucas lembranças do passado,  fazíamos uma  intensa campanha divulgação na rede social que culminou com o reconhecimento da história dos irmãos por um irmão deles por parte de pai, que nos contou naquele dia abençoado, que desde pequenino  ouvia falar em família, desses dois irmãos que desapareceram  antes mesmo dele nascer.

Após a localização da família, em agosto de 2013, veio a tona uma história repleta de lacunas e controvérsias. Cada um dos familiares com quem conversamos, tinha sua própria versão do caso.

Para melhor compreensão: Marcelo cujo nome de adoção é Marcel Paul, descobrimos após  a localização da família biológica que seu nome real é JOSÉ MACIEL DA SILVA
e a  Raquel é MARIA RAQUEL DA SILVA

 
Surdo mudos irmãos Marcelo e Raquel Desaparecidos do Brasil


Acompanhe toda a história desde o início - Na ordem inversa (de baixo para cima)

Abaixo a evolução do caso. 






Desaparecidos do Brasil Marcelo e Raquel.






















Marcelo e Raquel nos Estados Unidos já adultos / Arquivo Desaparecidos do Brasil

(Início do caso em 2012)

QUEREMOS ENCONTRAR NOSSOS PAIS BIOLÓGICOS


Deficientes auditivos, os irmãos Marcelo e Raquel foram recolhidos pela policia quando andavam por uma rua em Jundiaí ( ou região de Cajamar) em 1986/7. Posteriormente foram encaminhados para adoção internacional, levados para os EUA onde residem até hoje.
Eles não sabem muito de sua infância porque não tinham conhecimento  da linguagem  de sinais, não sabem o sobrenome e nem o nome dos pais.

Esta foto abaixo é do Marcelo e da Raquel  quando foram  adotados ( 1988/1989)
Qualquer informação de parentes ou conhecidos destas duas crianças (hoje adultos) 
encaminhe para 

contatodesaparecidos@gmail.com 


Desaparecidos do Brasil Marcelo e Raquel surdo mudos
A imagem e informação dada pelos irmãos para pesquisa: Marcelo e Raquel de "tal"
   




 

A vinda da esposa Ashley ao Brasil.

postado em 11 de mar de 2015 09:13 por DESAPARECIDOS DO BRASIL



  • Ashley, esposa do Marciel vem ao Brasil.

  • Eles estão na casa da mãe dele. Estão bem, arrumando a papelada para se casar agora, pois Ashley não quer retornar aos Eua. 

  • Raquel, irmã de Marcelo (Maciel) ainda não pode vir, mas pelo que Maria José disse, ela já está com um advogado vendo os assuntos relacionados. (Via Jefferson)



Foto internet/ 
Em S.Paulo/ Dezembro 2014.  Os dois do meio são Marcelo e Ashley

Marciel (Marcelo) depõem na CPI - Fevereiro 2014

postado em 19 de fev de 2014 08:47 por DESAPARECIDOS DO BRASIL   [ 21 de fev de 2014 04:28 atualizado‎(s)‎ ]




CPI do Tráfico de Pessoas deve pedir indiciamento de representantes de ONG

18/Dez/2014

As suspeitas do envolvimento da organização não governamental (ONG) Limiar com um esquema de intermediação ilegal de adoções levou a comissão parlamentar de inquérito (CPI) da Câmara dos Deputados que investiga o tráfico de pessoas a pedir o indiciamento de representantes da ONG.
Hoje (18) os representantes da CPI ouviram o relato do brasileiro Marcel Lee Paul, adotado em 1989 por uma família dos Estados Unidos com a irmã, Raquel. Ambos têm deficiência auditiva e, por volta dos 9 anos, perderam-se dos pais na região de Jundiaí, em São Paulo.
Lee Paul relatou que, após breve estada em um abrigo, ele e a irmã foram adotados de maneira suspeita e levados para o exterior, mesmo contra a vontade. Ele também disse que a adoção envolveu o pagamento de dinheiro para uma pessoa no Brasil.
O presidente da CPI, deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA), disse que com o depoimento há elementos para pedir o indiciamento de representantes da organização. "Nós vamos solicitar o indiciamento, com o rigor que a lei estabelece, para todos os dirigentes da ONG Limiar, que, no nosso entendimento, são os responsáveis por esse processo, essa organização criminosa que trafica crianças, bebês, do Brasil para o exterior", disse.
Com sede nos Estados Unidos e filial na capital paulista, a organização não governamental também atua no Paraná. O Limiar é acusada de intermediar ilegalmente adoções de crianças brasileiras por famílias norte-americanas.
Em depoimentos anteriores à CPI, os representantes da ONG Limiar, Ulisses Gonçalves da Costa e Audelino de Souza, o Lino, negaram irregularidades nas adoções.


Voltar
...


Maciel Paul
Marcelo foi adotado em 1989 por uma família dos Estados Unidos
 juntamente com a irmã, Raquel – imagens: Gabriela Korossy / Câmara dos Deputados

Adoção dos irmãos pela Limiar será investigada pela CPI - Fevereiro 2014

postado em 19 de fev de 2014 08:40 por DESAPARECIDOS DO BRASIL   [ 11 de mar de 2015 05:40 atualizado‎(s)‎ ]



CPI -  A Adoção realizada pela LIMIAR será investigada e Marcelo irá depor,  informa o  Dep. Francischini.


https://sites.google.com/a/desaparecidosdobrasil.org/desaparecidos-do-brasil/casos-especiais/O-polmico-caso-dos-irmos-surdos-Marcelo-e-Raquel/novaatualizacao-fevereiro2014/marcelo%20e%20raquel%20Brasil.jpg
Clique na imagem para ler o comentário.



Voltar


.
...

Maciel (Marcelo) chega ao Brasil - Janeiro 2014

postado em 19 de fev de 2014 08:37 por DESAPARECIDOS DO BRASIL   [ 11 de mar de 2015 07:12 atualizado‎(s)‎ ]


O momento tão esperado!

Marcelo ou  Maciel Paul chega ao Brasil. Ainda falta Raquel.

Após encontrarmos a família de Maciel (Marcelo) a Rede Record acompanhou sua vinda ao Brasil.  O regresso e o enocntro com  seus pais e irmãs  foi gravado pelo programa Domingo Espetacular.

Maciel chegou só. Não trouxe sua esposa Ashley. Ela viria mais tarde.

Assista ao  reencontro  emocionante de Maciel (Marcelo) com sua família no Brasil.

 



Voltar
......



Maciel  Paul
O Reencontro

Marcelo ( Marcel) depoimento nos EUA - Novembro 2013

postado em 19 de fev de 2014 08:33 por DESAPARECIDOS DO BRASIL   [ 11 de mar de 2015 05:48 atualizado‎(s)‎ ]


Hoje recebo esta notícia que me deixa extremamente feliz
e torço agora para que os irmãos finalmente sejam repatriados, como é da vontade e direito deles e possam recomeçar uma nova vida junto à família biológica brasileira, a qual localizamos em agosto último.

Em missão nos EUA, Presidente de CPI diz que é “revelador” 
depoimento de brasileiro traficado

Em missão nos EUA, Presidente de CPI diz que é “revelador” depoimento de brasileiro traficado


New York – Deputados integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga o tráfico de pessoas da Câmara Federal estão nos Estados Unidos desde o início desta semana, onde cumprem agenda oficial, como reuniões com representantes do governo norte-americano e ONGs que fazem o enfrentamento ao tráfico humano. Participam da missão o presidente da CPI, Arnaldo Jordy (PPS/PA), e Severino Ninho (PSB/PE).

Em Milwakee, principal cidade do Estado de Winsconsin, os parlamentares ouviram depoimento de Marcel Lee Paul, que no Brasil se chamava Marcelo, e que teria sido traficado para os EUA há cerca de 28 anos em São Paulo, junto com sua irmã Raquel. Marcelo, hoje com 35 anos, afirmou à comitiva sua certeza de que foi uma vítima de uma quadrilha, detalhando com clareza como aconteceram os fatos, após se perder com a irmã, depois que saiu de casa, em Cajamar - cidade próxima a Jundiaí/SP -, para tentar chegar à casa de seu pai, em uma cidade vizinha. Hoje casado, e tendo reencontrado sua família brasileira através da Internet, Marcelo que é deficiente auditivo, afirmou os deputados sua vontade de voltar a morar no Brasil.

“Foi um depoimento revelador porque ele diz ter presenciado a troca de dinheiro entre pessoas que o levaram para o exterior. Ele (Marcel) se considera uma vítima do tráfico humano”, disse Jordy em entrevista por telefone.

As investigações deste caso envolvem a ONG Limiar, com sede nos EUA e com filial na capital paulista, mas com atuações também em Curitiba/PR, e que podem desvendar uma rede de adoções ilegais que teria enviado para fora do país, mais de mil e setecentas crianças, com possível envolvimento de autoridades, inclusive da justiça.

Washington

     

Caso dos irmãos Marcelo e Raquel é divulgado na Record - Outubro 2013

postado em 19 de fev de 2014 08:28 por DESAPARECIDOS DO BRASIL   [ 21 de fev de 2014 07:16 atualizado‎(s)‎ ]



 :: NOTA de esclarecimento sobre a matéria veiculada em 20/10 Domingo Espetacular:

Quando os irmãos Marcelo e Raquel entraram em contato com Desaparecidos do Brasil, através de um amigo que conheceram na internet, Sergio Pires Lopes, também surdo e pediram nossa ajuda, não medimos esforços na busca pela família biológica da qual não sabiam sequer o nome e a única referência era cidade de Jundiaí ou Cajamar, conforme está descrito no histórico do caso.
O e-mail enviado por Sérgio foi:

: ****Eu, Sergio lopes desculpe um amigo meu surdo brasileiro que mora nos Estados Unidos .... nome dele é marcelo tava deseperado triste e quer eu ajudar pra ele ... ele e irma raquel tbm eles pediram pra mim eu avisar vcs deseparecidos ai então eles me contou sobre história :

os pais americanos veio em sp passeio ai eles viram duas crianças e pegaram levou para os Estados Unidos ai eles crianças chegaram lá e viu não gostou !!! ficou medo.... ai os pais americanos cuidou bem crianças ate já cresceu eles pediram quer voltar pro brasil mas os pais americanos não deixou ... eles ficaram chateados e bravos. 

Eu (sergio) gostaria ajudar eles mas é muito dificil achar os pais orginal brasileiro eles pediram achar mas principalmente nome e sobrenome mais facil achar mas eles esqueceram nome dos pais .... é muito dificil achar ! se vc pudesse verificar as fotos deles me deu ontem ai se vc pudesse achar ou não ??? ************* 

os pais americanos veio em sp passeio ai eles viram duas crianças e pegaram levou para os Estados Unidos ai eles crianças chegaram lá e viu não gostou !!! ficou medo.... ai os pais americanos cuidou bem crianças ate já cresceu eles pediram quer voltar pro brasil mas os pais americanos não deixou ... eles ficaram chateados e bravos. 

Eu (sergio) gostaria ajudar eles mas é muito dificil achar os pais orginal brasileiro eles pediram achar mas principalmente nome e sobrenome mais facil achar mas eles esqueceram nome dos pais .... é muito dificil achar ! se vc pudesse verificar as fotos deles me deu ontem ai se vc pudesse achar ou não ??? ************* 

Durante meses, realizamos  um trabalho intenso de busca, contatando Prefeituras, Fóruns, Orfanatos, Assist. Sociais na cidade de Jundiaí e região, pedimos publicação em jornais locais na tentativa de se encontrar alguém que conhecesse a história, voluntários foram movimentados e uma grande ação se realizou na rede social em forma de divulgação de imagens dos irmãos.

Todo este trabalho envolveu pessoas, tempo e altos custos com interurbanos, para os quais não temos recursos e usamos do nosso próprio para levar adiante este desafio.

O Sergio, nesse meio tempo, algumas vezes servia de intérprete, facilitando a comunicação com o Marcelo, ainda assim nosso contato com a esposa do Marcelo, a Ashley foi  direta e intensa através de mensagens eletrônicas, e ela nos ajudou muito, assim como nosso contato também foi direto com a Raquel, que através de mensagens de celular nos contou que sofria/sofre  violência física e psicológica pela mãe adotiva, Cheryle, afirmando que a mesma  tem sua tutela e não permitiria  a vinda da Raquel para o Brasil. Em vista dessa acusação, entramos em contato com a  Meyre Brito, da produção Jornal Hoje da TV Globo, ( em agosto ) e perguntei à ela se havia interesse em publicar a matéria, mas em troca gostaríamos que o programa ajudasse a trazer os irmãos de volta ao Brasil.  Fizemos contato com o  Itamaraty , deixando-os cientes do fato, cujo histórico seguiu para os Consulados de Washington e São Francisco, assim como as CPIs do tráfico de pessoas também foram comunicadas,  visto adoção ter sido intermediada pela ONG Limiar. (tudo devidamente comprovado)

Após o encontro da família do Marcelo e Raquel, (vide histórico abaixo) que ocorreu simultaneamente, através do Jefferson ( irmão deles por parte de pai) que reconheceu uma das nossas fotos divulgadas na internet e também da voluntária Ciça Guimarães que em Jundiaí, conheceu pessoas do convívio da família. 

Conversando com Jefferson naquela noite, ele contou que tinha dois irmãos desaparecidos e  tudo indicava serem eles.  Neste dia, chamei o Sergio  para servir mais uma vez de  intermediário/intérprete  entre o Jefferson e o Marcelo para facilitar o diálogo entre eles.. Todo o histórico dessa conversa tenho gravado pois participei, via diálogo no Facebook, desse primeiro encontro virtual.

Posteriormente comuniquei o Sergio da minha intensão de buscar ajuda através da mídia para trazer os irmãos de volta ao Brasil e ele teve contato com a Meyre. produtora do programa JH da Globo. Sergio se indispôs com ela e foi por conta própria, sem meu conhecimento, buscar a Record, não para ajudar os irmãos, mas apenas para se auto promover.

Na véspera do programa Domingo Espetacular entrar no ar com a ''nossa'' matéria, fiquei sabendo do fato através de um post que o Sergio deixou no seu perfil do Facebook. Perguntei à ele  do que se tratava e porque eu não havia sido comunicada, ele desconversou e disse que eu ''morava longe''.

Durante todo o tempo em que estivemos investigando (2 anos)  atendi  todos os inúmeros pedidos do Sergio para fazer ligações, algumas do tipo,  ""liga pra Dilma, fala pra ela que irmãos quer vir Brasil""  

Todo o processo de investigação desse caso monta dezenas de páginas, investigações, buscas infindáveis. Ao lado alguns dos nossos cartazes divulgados em redes sociais.

Deixo registrado aqui a minha insatisfação diante da atitude desse jovem que demonstra não ter o menor respeito por nosso trabalho.  Na ânsia de aparecer na televisão como herói e único autor dessa história ele demonstra que a vida ainda não lhe ensinou o que é solidariedade e respeito pelo próximo.

À produção do programa, Domingo Espetacular, que  para compor uma matéria jornalistica, baseada em sensacionalismo,  utilizando todas as nossas informações sem o nosso conhecimento, deixo meu sentimento de profunda decepção, principalmente tratando-se de uma emissora que  se utiliza da palavra de Deus e como tal, espera-se respeito e incentivo às obras sociais e humanas, como as que idealizamos através desta Associação.

Ainda cabe esclarecimento à referida produção, que todo este trabalho tem um nome, chama-se solidariedade, trabalho árduo, persistência e não ''coincidência'' como intitularam a matéria na TV.
I.Amanda Boldeke

22/10/2013




----


Enviamos o caso para conhecimento do Itamaraty e Consulados - Setembro 2013

postado em 19 de fev de 2014 08:27 por DESAPARECIDOS DO BRASIL   [ 11 de mar de 2015 10:24 atualizado‎(s)‎ ]



STATUS - Set.2013

Irmãos ainda aguardam meios de retornarem ao Brasil. 


Encaminhamos correspondência oficial das denuncias  informadas pelos irmãos,  aos órgãos federais, Itamaraty e Consulado Brasileiro e  responsáveis  pelas CPIs do tráfico de pessoas.  Igualmente foi informado ao Sr. Delegado Francischini da situação em que Raquel se encontra.

Correspondência esta que se encontra em nossos arquivos para qualquer comprovação que se faça necessária.



Depoimento de Raquel denunciando maus tratos durante os anos de adoção.
Situação totalmente irregular.






....




Encontrada a família de Marcelo (Maciel) e Raquel - Agosto 2103

postado em 19 de fev de 2014 08:23 por DESAPARECIDOS DO BRASIL   [ 11 de mar de 2015 10:32 atualizado‎(s)‎ ]



COM GRANDE ALEGRIA INFORMAMOS QUE LOCALIZAMOS 
A FAMÍLIA BIOLÓGICA DOS

IRMÃOS MARCELO E RAQUEL

CUJOS NOMES VERDADEIROS SÃO:
JOSÉ MACIEL DA SILVA
MARIA RAQUEL DA SILVA

Atenção 

Com a localização dos pais biológicos, soubemos
de detalhes do desaparecimento dos irmãos em 1985
que necessitam nova investigação para constatarmos
se houve alguma situação irregular na adoção.
A situação deles nos EUA também requer esclarecimentos,
por isso, toda a história só poderá ser levada a conhecimento público
em algumas semanas.

Att. I.Amanda Boldeke.



........


   HISTÓRICO - Início:

Marcelo e Raquel ambos são surdos 

precisam de ajuda.

Esta é a história dos irmãos  Marcelo e Raquel. 


Não sabemos se  os nomes  são verdadeiros ou simplesmente  foram inventados na ocasião  em que foram recolhidos da rua, aparentemente sem saber como voltar ou indicar  sua casa pois eram surdo-mudos. Eles deveriam ter entre 6 e 8 anos.

Acredita-se que moravam em Cajamar ou cidade próxima, região de Jundiaí/SP.

Em suas lembranças de imagens, Marcelo fala de um rio,  da estação de trens. Na realidade ele não fala com palavras, se comunica através dos sinais de libra, que aprenderam mais tarde  quando foram adotados.

Eles permaneceram algum tempo em orfanato para adoção em Jundiaí/SP.
Recentemente descobrimos que Raquel esteve internada na Casa Transitória onde deve ter permanecido durante  um ano.

Marcelo provavelmente ficou em outro local porque já tinha mais de 7 anos e na Casa Transitória só ficavam crianças de 0 a 7 anos.




No documento ao lado
Marcelo e Raquel
por ocasião da adoção.

Pela ONG Limiar.


















Em 1988 eles foram adotados por uma família americana que os levou aos Estados Unidos onde cresceram e vivem até hoje, mas o desejo de  voltar ao Brasil e encontrar os pais biológicos, reencontrar a família original, cresceu junto com eles.

Buscaram ajuda no DESAPARECIDOS DO BRASIL através de um amigo que também é surdo, o Sérgio.  Ele tem ajudado como intérprete   pois conhece o idioma português e a Língua de Libras em inglês e português, assim traduz nossas conversas.


Por duas vezes escrevi para a Casa Transitória, solicitando que averiguassem em
seus registros se houve de fato a internação dos irmãos, mas não houve resposta.

Em Janeiro/2013, entrei em contato com a jornalista Daniela Jacinto do Jornal Cruzeiro do Sul, Sorocaba/SP, contei a história e aceitaram publicar o caso dos dois irmãos a título de divulgar, na esperança de alguém reconhecê-los.




Em seguida, em contato com a Jornalista Aline Pagnan da REDE BOM DIA de JUNDIAÍ/SP, conseguimos nova publicação, desta vez mais regionalizada.


BOM DIAJUNDIAÍ, IRMÃOS EUA,


Link 2 - Versão online - Irmãos buscam pais na região Jundiaí



Segue nossa busca...

Um senhor, entrou em contato com Aline, disse ter visto a matéria e que lembra da Raquel. Ele era tesoureiro da Casa Transitória na época  e recorda-se dela como uma criança alegre e agitada, segundo ele. Não se lembra de Marcelo naquele local.

Agora, uma vez confirmada a estadia de Raquel na Casa Transitória, seguiremos em busca do Processo de Adoção, onde podem constar informações que nos deem pistas  sobre a família biológica.  Processos de Adoção são segredo de justiça e só podem ser abertos  pelo adotado ou advogado constituído por eles.


Marcelo, nos enviou uma autorização oficial, registrada em cartório americano, para procedermos a abertura do processo. Isso se estendeu durante alguns meses e não se obteve o resultado esperado. Burocracias e pouca vontade de algumas pessoas impediram que chegássemos ao Processo de ADOÇÃO, onde esperávamos pudesse  constar o nome dos pais biológicos dos irmãos e assim os encontraríamos.



Nas lembranças de Marcelo ele desenhou o que seria o local onde morava....

lembranças
Onde está nossa mãe? DEsaparecidos do Brasil
    Um dos cartazes que fizemos para divulgação na net.


(Marcelo e Raquel escreveram) - Cadê minha mãe ???? Eu não aguento mais ficar nos USA eu quero voltar no meu país do Brasil eu quero minha mãe e meu pai !!! por favor me ajude to desesperado para encontrar meus pais eu não estou feliz aqui nos Estados Unidos. 

Me Help !!!!!
Curtir (desfazer) · Responder · 3 · 15 de maio às 19:04


 Em constante  atualização..



Por
I.Amanda Boldeke
Atualizado em 26/02/2013

Informações, por favor entre em contato.



...

A intensa divulgação nas redes sociais durante meses culminou com o reconhecimento das fotos pelo irmão caçula .
Em 17 de agosto de 2013 eles foram reconhecidos  por  Jefferson irmão por parte do segundo casamento do pai.








































Algumas mensagens trocadas com o Marcelo. O fato de ser  deficiente auditivo e não falar português, não foram empecilhos para prosseguirmos nas buscas.  Enviado pela esposa Ashley - ele não tinha  perfil na rede.

 

1-8 of 8

Comments