Paraná

SICRIDE - Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas
Rua José Loureiro 376 - 2º andar - Centro
80.010-000 - Curitiba - PR - (41) 3224-6822

Everton Vidal Ficagna

postado em 11 de jan de 2015 04:21 por DESAPARECIDOS DO BRASIL   [ 11 de jan de 2015 04:24 atualizado‎(s)‎ ]




Nome: Everton Vidal Ficagna
Nasc.: 22/10/1980
Mãe: Ilze Maria Ficagna
Pai: Dalmo Miguel Ficagna (Falecido em acidente automobilístico 15 anos após o desaparecimento do filho)
Desap.: 10/11/1994
Local: Corbélia/PR
Detalhes: Saiu de casa de bicicleta, para ir ao ginásio de esportes do colégio, jogar bola. De lá saiu mas não chegou em casa.
Aparência: cabelos e olhos castanhos

Inf. entre em contato com este site.

Histórico:

Segundo o relato da mãe, a dona de casa Ilse Maria Ficagna, de Corbélia (24 quilômetros de Cascavel, PR), no dia 10 de outubro de 1994, ela escutou o filho dizer que iria jogar bola em um ginásio da cidade. Era final de tarde de uma segunda-feira.  Everton, de 13 anos, gostava de esporte e possuía diversas medalhas de provas de natação que participara no município.

No dia seguinte, a bicicleta de Everton foi encontrada em uma estrada na saída da cidade. Foi a última pista que tiveram do desaparecimento do filho. 

Em entrevista dada  à FOLHA em 2009, a mãe relata:

Cada dia a dor é maior. Hoje é ainda pior que o dia do desaparecimento. São muitos anos sofrendo, muita saudade e angústia e pouca esperança de encontrar. Mas ainda tenho esperança de achá-lo, vivo ou morto", conta a mãe. Uma foto do jovem na estante da sala mantém viva a memória da família daquele rapazinho corinthiano que saiu de casa para jogar futebol e, como uma bola roubada, nunca mais apareceu.

Paradeiro

Ilse acredita que Everton foi levado embora de Corbélia. Ela até suspeita de uma pessoa que vive na cidade e que já teve passagem pela polícia. Mas depois dele prestar depoimento na delegacia, nada foi provado. "A lei não trabalhou como deveria. A promotora da cidade disse que não foi trabalhado da maneira certa e agora acha difícil encontrar alguma coisa", comenta a mãe.

Amigos de Everton relataram que o suspeito seguiu o jovem durante três semanas no trajeto da escola para casa. "Ele deu depoimento, mas nada aconteceu. O delegado tratou a gente muito mal. Eu ainda estou em cima do caso. Não consigo esquecer. Preciso saber o que aconteceu com meu filho. A gente precisava de uma pessoa que investigasse de verdade. Aquele cara (o suspeito da mãe) fala no depoimento que fazia quatro meses que não via o Everton, mas os amigos do meu filho viram que eles haviam conversado no mesmo dia do desaparecimento", desabafa a mãe.

"Com o sumiço do Everton caímos no fundo do poço. A vida tá difícil. Meu marido já fez ponte de safena e semana passada fez cirurgia no olho. Estou muito triste. A gente não tem justiça. O Everton não está aqui para dizer o que aconteceu. Jamais vou parar de lutar pelo meu filho."

Como Everton sumiu quando tinha 13 anos, o caso não pôde ser atendido pelo Sicride (Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas). Nesse órgão, são investigadas apenas as crianças que tinham até 11 anos quando sumiram. A FOLHA entrou em contado com a Delegacia de Corbélia, mas um escrivão disse que ninguém poderia fornecer informações pois não sabiam nada sobre o caso, já que não trabalhavam no local na época do desaparecimento. A promotora do Fórum da cidade não quis atender à reportagem e disse, por meio da secretária, que está no cargo há pouco tempo e que somente a mãe de Everton poderia dar mais informações. Assim, o caso fica perdido em meio a outras investigações que a delegacia e o fórum tentam resolver.






João Rafael Santos Kovalski

postado em 22 de out de 2013 11:24 por DESAPARECIDOS DO BRASIL   [ 20 de fev de 2015 19:26 atualizado‎(s)‎ ]

https://sites.google.com/a/desaparecidosdobrasil.org/desaparecidos-do-brasil/criancas-desaparecidas/parana/joaorafaelsantoskovalski/Jo%C3%A3o%20Rafael%20Kovalski%20progress%C3%A3oDesaparecidos%20do%20Brasil.jpg
https://sites.google.com/a/desaparecidosdobrasil.org/desaparecidos-do-brasil/criancas-desaparecidas/parana/joaorafaelsantoskovalski/Jo%C3%A3o%20Rafael%20Kovalski%20%20-%20Banner.jpg

  
Cadastro em 22/10/2013


Servico de Investigacao de Criancas Desaparecidas <sicride@pc.pr.gov.br>



Gostaríamos de efetuar o cadastro do desaparecimento do infante JOÃO RAFAEL SANTOS KOVALSKI. A foto encontra-se em anexo.

Nome: João Rafael Santos Kovalski
Idade: 2 anos
Data de nascimento: 29/08/2011
Mãe: Lorena Cristina Conceição Santos Moreira
Cidade onde morava: Adrianópolis/PR
Local do desaparecimento: Adrianópolis/PR - Bairro Capelinha
Data do desaparecimento: 24/08/2013
Outras informações: olhos azuis, cútis branca.

Desde logo agradeço a atenção dispensada.

Emanuelle Carolina Baggio
Investigadora de Polícia - SICRIDE.



João Rafael Kovalski
jOÃO

kOVALSKI

DESAPARECIDOS DO BRASIL - JOÃO KOVALSKI - DIVULGUE


Clique  - abrirá nova pag. com Cartaz tamanho  grande
Copie e cole em locais públicos 
obs- a CRIANÇA TEM (atualizado para 3 anos e meio)

CAMPANHA

https://sites.google.com/a/desaparecidosdobrasil.org/desaparecidos-do-brasil/criancas-desaparecidas/parana/joaorafaelsantoskovalski/Jo%C3%A3o%20Rafael%20Kovalski%20progress%C3%A3oDesaparecidos%20do%20Brasil.jpg

 
https://sites.google.com/a/desaparecidosdobrasil.org/desaparecidos-do-brasil/criancas-desaparecidas/parana/joaorafaelsantoskovalski/JO%C3%83O%20RAFAEL%20KOVALSKI%20%20DESAPARECIDO.jpg
 
https://sites.google.com/a/desaparecidosdobrasil.org/desaparecidos-do-brasil/criancas-desaparecidas/parana/joaorafaelsantoskovalski/Joao%20Rafael%20Kovalski.jpg
  
 
https://sites.google.com/a/desaparecidosdobrasil.org/desaparecidos-do-brasil/criancas-desaparecidas/parana/joaorafaelsantoskovalski/Jo%C3%A3o%20Rafael%20Kovalski%20%20-%20Itali.jpg
https://sites.google.com/a/desaparecidosdobrasil.org/desaparecidos-do-brasil/criancas-desaparecidas/parana/joaorafaelsantoskovalski/joao-inst.jpg
 

https://sites.google.com/a/desaparecidosdobrasil.org/desaparecidos-do-brasil/criancas-desaparecidas/parana/joaorafaelsantoskovalski/Jo%C3%A3o%20Rafael%20Kovalski%20%20crian%C3%A7a%20desaparecida.jpg

Adrianópolis - PR



NATASHA GUIMARAES PAES LEME

postado em 3 de jun de 2013 12:36 por DESAPARECIDOS DO BRASIL





NATASHA GUIMARAES PAES LEME




Local do desaparecimento:PARANAGUA/PR
Trajava na ocasião: CASACO DE MOLETON PRETO COM CAPUZ, BERMUDA COLADA NO CORPO NA COR PRETA, DESCALCO.
Informações: (41) 3420-3600 - 01. SDP - PARANAGUA
Número B.O.U: 2013/419251

Página:
NATASHA GUIMARAES PAES LEME

Stefani Vitoria Rochinski

postado em 25 de mai de 2012 13:48 por Amanda iab   [ atualizado em 19 de nov de 2014 02:40 por DESAPARECIDOS DO BRASIL ]



ATUALIZAÇÃO - Novembro 2014

Veja a atualização da imagem da Stefani  - Em  Notícias 





Atualização: Maio de 2013
Compartilhe: Twitter

COMPLETA UM ANO O DESAPARECIMENTO DE STEFANI


Polícia pede divulgação do retrato falado das suspeitas.

SUSPEITAS:


Policiais do Serviço de Investigações de Crianças Desaparecidas (Sicride) divulgaram, em 28/06/12, o retrato falado de duas mulheres suspeitas de envolvimento no desaparecimento da garota Stefani Vitória Rochinski, de 10 anos, em maio de 2012, na cidade de Porto Amazonas. 

Na época, uma testemunha moradora de Palmeira procurou os investigadores do Sicride e informou que estava parada com seu veículo na estrada da Acelpa, na Colônia Quero Quero, pois seu carro estava com problemas e avistou que um veículo Ford/Focus, de cor preta, estava parado no acostamento na contramão, tendo isso lhe chamado atenção. A testemunha disse que viu uma mulher morena, de cabelos escuros, ao lado do veículo usando o telefone celular. Em seguida, outro carro encostou ao lado, um Hyundai/I30, de cor bege, sendo que esta mulher morena foi até este outro veículo e pegou uma menina de cabelo loiro que aparentava ser Stefani. Ela afirmou que a criança abraçou a mulher e parecia estar calma, e por fim, entrou no veículo preto, que seguiu no sentido da cidade de Irati. A testemunha acrescentou ainda que a mulher que estava no carro bege era loira, de rosto cheio e cabelos curtos e ondulados.

 A polícia localizou também outra testemunha que disse ter visto um carro bege circulando pela cidade nos dias que antecederam o desaparecimento de Stefani. Ela descreveu a motorista com as mesmas características que a outra testemunha havia dito – loira de cabelos curtos. Diante da possibilidade de se tratar da mesma pessoa, o perito responsável pelo setor de retrato falado do Sicride, Diego Pires, elaborou os dois retratos falados para auxiliar nas investigações. O Sicride solicita que, caso as mulheres sejam reconhecidas, entrar em contato com a unidade pelo telefone (41) 3224-6822. 

Este telefone funciona 24 horas por dia e é de extrema importância que a população colabore nas buscas de Stefani.









Vivian Cacciatore Florêncio

postado em 29 de mar de 2012 11:12 por DESAPARECIDOS DO BRASIL   [ 22 de nov de 2013 08:06 atualizado‎(s)‎ ]

Vivian



vivian florencio

Sexo: Feminino
Nome do Pai: 
Nome do Mãe: Maria Emília Florêncio
Cor dos olhos: Castanho escuro
Cor do cabelo: Castanho escuro
Data de nascimento: 07/11/2001
Data do desaparecimento: 04/03/2005
Idade na data do Desaparecimento: 03 anos
Local do desaparecimento: Curitiba/PR


Histórico
A menina foi vista pela última vez no dia 4 de março de 2005, em companhia da mãe, Maria Emília Cacciatore Florencio.
Mãe e filha saíram de casa, na Vila Santa Efigênia, Barreirinha, em Curitiba, para um encontro com o suposto pai de Vivian, o policial militar Edson Prado, para tratar do pagamento de pensão alimentícia. Cinco dias depois, o corpo de Maria Emília foi encontrado numa cova rasa em um matagal no município de Campina Grande do Sul, com o rosto e as mãos cobertos de cal – para acelerar a decomposição e dificultar o reconhecimento. Da criança, porém, não há qualquer sinal desde então.
Prado foi denunciado por homicídio doloso (com intenção de matar) por motivo torpe e ocultação de cadáver e permanece detido até o julgamento – mas também não deu qualquer informação sobre a menina. O processo, que corre na 3.ª Vara Criminal de Curitiba, está com a defesa para as alegações finais. Na seqüência, o juiz Mauro Bley Pereira Júnior decide se o policial vai a júri popular. Se for condenado, Edson Prado pode pegar reclusão de 12 a 30 anos pela primeira acusação, e de um a três pela segunda. Prado também responde a Inquérito Policial Militar, que segundo a assessoria da PM está parado desde junho do ano passado, quando a defesa solicitou laudos de sanidade mental do acusado. Até hoje, entretanto, esses laudos não ficaram prontos.
“Eu tenho esperança de que ele vá a júri popular e confesse o que fez com a minha filha e a minha neta”, comentou a avó de Vivian, que hoje cria os outros dois filhos de Maria Emília – Evandro, de 16 anos, e Vanessa, de 12. “A gente faz um apelo para que esse homem acorde e diga o que aconteceu, porque ele estragou a nossa vida e a dele.”
Ela diz que tem conseguido suportar a dor graças à religião. “Se não fosse a nossa fé, não sei o que seria de nós. Mas eu ainda acredito que ela esteja viva”, relata. “Toda manhã a gente acorda pensando que vai receber algum telefonema com notícias dela, mas até agora nada. Uma vez ligaram de Irati e outra de Piracicaba, mas nenhum dos casos tinha a ver com a Vivian.” Marlene e o marido também espalharam mais de 15 mil cartazes com a foto da neta, mas não houve qualquer retorno.

Rodrigo Novicki de Oliveira

postado em 29 de mar de 2012 11:12 por DESAPARECIDOS DO BRASIL

Rodrigo
Sexo: Masculino
Nome do Pai: Antonio Leal de Oliveira
Nome do Mãe: Elizabete Novick de Oliveira
Cor dos olhos: Castanho Claro
Cor do cabelo: Castanho Claro
Data de nascimento: 26/01/1986
Data do desaparecimento: 11/10/1987
Idade na data do Desaparecimento: 1 ano e 8 meses
Local do desaparecimento: Curitiba / Pr.

Osnei Ranea

postado em 29 de mar de 2012 11:11 por DESAPARECIDOS DO BRASIL   [ 7 de jun de 2013 14:44 atualizado‎(s)‎ ]


Osnei
Sexo: Masculino
Nome do Pai: 
Nome do Mãe: Maria Borges Ranea
Cor dos olhos: Castanho escuro
Cor do cabelo: Preto
Data de nascimento: 12/08/1985
Data do desaparecimento: 09/03/1997
Idade na data do Desaparecimento: 11 anos
Local do desaparecimento: Curitiba/PR



Mikelangelo Alves Da Silva

postado em 29 de mar de 2012 11:10 por DESAPARECIDOS DO BRASIL   [ 28 de jan de 2015 09:15 atualizado‎(s)‎ ]

Sexo: Masculino
Nome do Pai: Antonio Carlos da Silva
Nome da mãe: Elenilde Alves da Silva
Cor dos olhos: Castanhos
Cor dos cabelos: Castanho claro
Data de nascimento: 11/04/1976
Data do desaparecimento: 01/11/1980
Idade na data do desaparecimento: 04 anos
Local do desaparecimento: Foz do Iguaçu/PR 
Desapareceu nas proximidades da residência enquanto brincava, localizada no bairro 

Jardim América na cidade de Foz do Iguaçu/PR.

Mikelangelo



Luana Oliveira Lopes

postado em 29 de mar de 2012 11:02 por DESAPARECIDOS DO BRASIL

Luana
Sexo: Feminino
Nome do Pai: Sérgio Oliveira Lopes
Nome do Mãe: Neide de Oliveira Lopes
Cor dos olhos: Castanho escuro
Cor do cabelo: Castanho escuro
Data de nascimento: 12/03/1995
Data do desaparecimento: 16/11/2003
Idade na data do Desaparecimento: 08 anos
Local do desaparecimento: Km 35-BR, João Lunardelli, PR 170 – Sítio São Marcos/PR

Lucinéia Silvéria da Silva

postado em 29 de mar de 2012 11:01 por DESAPARECIDOS DO BRASIL

Lucineia
Sexo: Feminino
Nome do Pai: João Bernardo da Silva
Nome do Mãe: Milta Silvéria da Silva
Cor dos olhos: Castanho
Cor do cabelo: Castanho
Data de nascimento: 19/07/1987
Data do desaparecimento: 20/04/1992
Idade na data do Desaparecimento: 4 anos
Local do desaparecimento: Araucária / Pr.

1-10 of 26