Documentário da TV Israelense - Participação especial de Amanda Boldeke

ARTIGO - http://news.nana10.co.il/Article/?ArticleID=1012053&sid=126



A TV Israelense produziu um documentário especial, abordando a questão dos jovens israelenses nascidos no Brasil e adotados por israelenses.  Durante a filmagem, Lior em Israel) faz uma ligação para Amanda Boldeke (no Brasil) e pergunta sobre um caso de busca  biológica.  Amanda explica que a suposta mãe da jovem nega qualquer relação com ela ou mesmo a maternidade.  O documentário visa mostrar  o intercâmbio de informações  entre Lior e Amanda para encontrar a família biológica dos adotados.




Na sua busca pela mãe brasileira,
 Lior,  com a ajuda de
 Desaparecidos do Brasil, 
auxilia outros jovens em Israel. 


D

urante gravação, Lior, em Israel, liga para o Brasil, e pergunta a Amanda Boldeke da mãe de Reut
 Katlav (Gimb
 
Sexta-feira |
Atualizado 21:46 18/10/2013
 

(Tradução do original) "Lior nasceu no Brasil e foi adotado por uma família israelense. Ele cresceu aqui no Oriente, mas quando ele cresceu, decidiu que deveria encontrar a sua mãe biológica. Apesar de todos os esforços que foram feitos, ele não conseguiu encontrá-la. Durante esses anos, ele descobriu que não estava sozinho. Na década de oitenta muitas crianças foram adotadas do Brasil. Agora, quando eles atingiram a idade adulta eles vão à procura da mãe que deu à luz a eles. "
Lior tornou-se uma referência. Trata-se de um homem que se transformou em ajuda para estes jovens em consolação por sua própria história.
► O vídeo completo do documentário pode ser assistido no site: Clique aqui.
ALGUNS TRECHOS DO DOCUMENTÁRIO COM NOSSA PARTICIPAÇÃO

CENAS DOCUMENTÁRIO ISRAEL.mp4


TRADUÇÃO DO VÍDEO ABAIXO. (RESUMO) 

Traduzido por Lior Vilk, para Desaparecidos do Brasil
[Lior Vilk, jovem israelense, nasceu no Brasil em Setembro de 1986 e com poucos dias levado para adoção internacional irregular para Israel. Muito bem educado e criado pelos pais adotivos, domina os idiomas hebraico, inglês e português (BR) . Aprendeu sozinho, em contato com  voluntárias brasileiras, a falar nosso idioma, e imbuído de grande força de vontade aprendeu também a escrever muito bem seu idioma nativo, embora nunca tenha vivido no Brasil, além de uns poucos dias após nascer.]

Lior Vilk

19/10/2013 19:01

Lior Vilk

"Nesta novela, Lior de Israel, conta sua própria historia que muitos assistiram no mundo todo, essa historia de verdade eh a historia da vida dele."

*Cena do Lior na praia; a TV: "o que você escreveu na areia?”.

Lior: escrevi que 'estou com saudades' ao Brasil, porque eu vim do Brasil ok...

Smadar da TV: com apenas 21 dias de vida, em 1985 levado do Brasil para a Israel com uns documentos de adoção e um passado desconhecido, Lior eh um dos milhares bebes trazidos para a Israel. A maioria deles através de trafico de crianças, com documentos falsos, sem envolvimento das autoridades do Brasil, daquele momento ele eh o Lior de Rehovot, o mundo todo de Tova e Dov Vilk.

Lior: “mãe”! mãe!

Tova: "sim Lior"?

Lior: "Eu quero um café...”.

*No jardim falando* Lior: “Olha, Smadar sim, mãe tem somente uma, serio”. Estou falando serio.

Smadar: "Mas neste caso tem duas"

Lior: "Eh verdade e eh engraçado, mas... vamos dizer que um reencontro entre mãe biológica e filho adotado, o filho vê a mãe como uma estrangeira, mas a mãe biológica... ela vê o adotado como seu filho verdadeiro, para explicar melhor, ano passado fiz um exame de DNA com uma mãe, ela jurava que sou filho dela, voei o Brasil todo para encontra-la, e a situação entre nos chegou a um ponto onde ela me disse que vai construir um quarto pra mim na casa dela, que ela quer me cuidar por todos esses anos que eu estive no exterior. O que um adotado deve fazer nesse...? o que eu devo fazer em uma situação como esta? o resultado saiu negativo. Mas, se saísse positivo, como eu ia lidar com isso? com uma mãe que estava do meu lado a vida inteira, me cuidou, me educou e outra mãe que quer me trazer 27 anos de volta para me cuidar de novo.

Tova:" no caminho do aeroporto pra casa segurei ele e a cabeça dele estava um pouco pro lado, olhei nele e disse, eu não preciso nada mais.”.

Lior: "Nada mais, mas tem Hen e tem Mor (minhas irmãs rsrsrs).

TV contando: “quando o Lior esta terminando o exercito, ele esta tentando emitir um passaporte Europeu, por causa da nacionalidade dos pais adotivos dele que são Poloneses”. O advogado lendo os documentos de adoção do Lior e contando pra ele que ele nasceu no Brasil' fato que o Lior não preferia não lidar, mas, por causa da descoberta, ele quer encontrar sua mãe biológica no Brasil.

Lior: “Ate hoje acontece que eu xingo aquele advogado e pergunto ele- por que”?? porque me contou que sou Brasileiro? porque eu precisava saber? ser Polonês não eh suficiente? tenho mãe e pai e amigos e vida, mas sinto falta de uma coisa, dentro de mim e talvez eh a falta de ter minha família biológica.

Smadar: “alias, o que você esta procurando”?

Lior escreveu o nome da mãe biológica no Google e disse: “talvez eu pudesse achar detalhes”.

Smadar: “Talvez mãe esta escondendo aqui?”.

Lior: “Talvez... eu não sei.”.

Smadar: “se acha que vai encontra-la?”.

Lior: “Não. Ou ela morreu sem contar pra ninguém, ou ela tem medo por causa do trafico de crianças ou ela nem quer me ver. Eh que localizar uma família biológica eh praticamente abrir o passado de uma família nova. Você liga pra alguém e diz ' Oi! você lembra que deu seu filho para adoção ha mais de 25 anos? então conseguimos achar ele", e o marido não sabe de nada, e os filhos dela não sabem de nada porque quando ela estava gravida, ela fugiu para dar a luz sem ninguém saber."

Smadar: “Mesmo assim, ocorrem reencontros entre famílias e filhos”.

Lior: “Sim, eu estava testemunha para 10 casos nos últimos dois anos.”.

TV, SMADAR: “Quase 8 anos passaram desde o inicio da busca do Lior e ele não consegui achar a mãe, durante esses anos ele deu entrevistas para umas reportagens no Brasil sobre adoções. Mae de uma jornalista e outras voluntarias abraçaram o desejo do Lior e juntos eles tentem a ajudar na localização de família biológica de jovens de Israel que nasceram no Brasil.

Também a Yael pede ajuda delas e poucos meses depois a Yael reencontra com sua mãe biológica _ parte da Yael no Faustão. . .

Lior: "Eu fico ansioso pra ajudar outros, como se fosse a minha busca. Eu sim espero para uma resposta positiva e sim espero que a família biológica aparece, mas no momento que eu recebo a noticia que a família biológica foi realmente localizada, eu me desapareço... eh difícil eu lidar com isso.”.

“Smadar:” você fica com inveja?"

Lior: “Sim... ajudei muito ser felizes e eu... eu fiquei sozinho.”.

Reut e Lior

Lior: “Olá"

Reut: "oieee"

Lior: “Nossa, bem Brasileira, prazer”.

Reut: “Prazer"

Lior: “trouxe seus documentos?”.

Reut: “Sim"

Smadar: “Nesta semana veio a Reut na casa do Lior, Reut mora no “kibutz” e nasceu no Brasil e encontrou o Lior para pedir ajuda na localização da família biológica dela”.

RAPIDA CONVERSA SOBRE OS DOCUMENTOS--------------->

Reut: “quero fechar esse ciclo na minha vida, a mãe biológica sempre será parte de minha vida.”.

Smadar contando: “Lior levando os documentos de adoção da Reut e enviando-os para as voluntarias no Brasil e elas pesquisam detalhes”.

Amanda escrevendo: “Falei com a irmã! tem que esperar ate a noite porque a mãe volta apenas à noite.”.

Smadar: “Lior conta para a Reut que a família biológica foi localizada.”.

Lior Vilk

19/10/2013 19:02

Lior Vilk

Reut:"eu quero ver ela mas não sei o que dizer."

Smadar falando:"a mãe bio nega que teve uma filha"

AMANDA FALANDO NO TELEFONE*****

Smadar falando:"apesar de tudo, a Reut quer ligar para o numero que a Amanda passou."

Reut:"se ela não quiser falar comigo esta tudo bem, e pode ser que ela nem eh a minha mãe biológica..."

Fim: Nao tem um bom final, de verdade não tem final algum, para o Lior eh difícil quando ele consegue ajudar outros mas não consegue resolver sua própria historia. um passeio cansativo para achar, um passeio que o Lior, queria parar ontem, mas não ha chance que ele vai. (Traduido por Lior Vilk/Original em hebraico)

Para assistir,  Clique aqui.

מחפש את אמא: ליאור עוזר למאומצים מברזיל

למצוא שורשים

 

שישי |

עודכן 21:46 18/10/2013
 

ליאור נולד בברזיל ואומץ על ידי משפחה ישראלית. הוא גדל כאן בבית חם אבל כשבגר החליט שהוא חייב לאתר את אמו הביולוגית. למרות כל המאמצים הוא לא הצליח לאתר אותה. במהלך השנים האלה גילה ליאור שהוא לא לבד. בשנות השמונים אומצו ילדים רבים מברזיל. עכשיו כשהגיעו לגיל בגרות הם יוצאים לחפש את האמא שילדה אותם. ליאור הפך הכתובת שלהם. זהו סיפור על אדם שהפך את העזרה לילדים האלה לנחמה על השבר הפרטי שלו



בטלנבולה הזו תוצרת ברזיל, ליאור בתפקיד עצמו. סיפור הסדרה הזו שראו מליוני




 צופים ברחבי העולם הוא בעצם סיפור חייו. כשהוא בן 21 ימים בלבד ב-1985 ליאור מוטס מברזיל לישראל, תינוק עם תיק אימוץ ועבר עלום. אחד מאלפי תינוקות שהובאו מברזיל לישראל חלק ניכר מהם בסחר פנימי לא חוקי עם מסמכים מזויפים, עוקפי רשויות. מאז הוא ליאור מרחובות, כל עולמם של טובה ודב אבא ואמא שלו.

 

כשליאור משתחרר מהצבא הוא מנסה להוציא דרכון אירופי כי מוצא ההורים שלו המאמצים מפולין. עורך הדין מעיין במסמכי האימוץ ומגלה לו שנולד בברזיל, עובדה שליאור כנראה הדחיק בכל השנים האלה אבל בעקבות הגילוי הוא רוצה לחפש את האישה שילדה אותו שם.

 

כמעט שמונה שנים עוברות מאז את האמא הביולוגית שלו הוא לא מוצא אבל במהלך החיפוש הוא מתראיין לסדרת כתבות על המאומצים מברזיל. אמה של העיתונאיות ומתנדבות נוספות חוברות אליו ויחד הם מנסים בעקביות לעזור לצעירים ישראלים שנולדו בברזיל לאתר את האמהות הביולוגיות שלהם.

 

אין סוף טוב אין סוף בכלל, יש נואשות עמוסת תקווה, אושר גדול עם לא מעט עצב כשליאור מצליח לעזור לאחרים ולא מוצא את אמו בעצמו. יש מסע מתיש למצוא. מסע שליאור היה רוצה לעצור עכשיו ומיד, אבל אין שום סיכוי שיעיז להפסיק.

Comments