Emocionante encontro após dez anos de busca

A partir de uma busca que durou dez anos, nasceu DESAPARECIDOS DO BRASIL
Veja aqui como tudo começou..  Leia mais....

Especial agradecimento à todos os amigos da internet, que foram solidários, que me incentivaram, ajudaram na divulgação do meu apelo pelo Jorge Gustavo Desaparecido; deram apoio moral quando eu fraquejava na minha busca diante de tantos insucessos.... Tenho-os todos em meu coração para sempre. 

Dedico Desaparecidos do Brasil e todo este trabalho voluntário à todos que ainda buscam por alguém e assim como eu tive, eles também tem grandes dificuldades para encontrá-los, mas vale lembrar sempre, acima de nós existe um ser maior, o nosso criador, nosso Pai, e ele nunca abandona a gente, podem acreditar! (iab)

Longa busca por um parente

 DEZ ANOS SE PASSARAM ATÉ QUE UM DIA....
 
" É da casa da Amanda? ..."
 
Telefone, Internet, correio. Nenhuma tecnologia foi tão importante quanto a solidariedade humana para I.Amanda Boldeke, de Florianópolis, conseguir encontrar seu irmão, desaparecido há 10 anos.
 
 Em 1997, Jorge Gustavo Paulo Boldeke saiu da casa da irmã, com quem morava, em direção a Pontal do Sul, no Paraná, onde tinha parentes, para procurar emprego. La pemaneceu alguns anos e depois de algum tempo, os familiares mudaram de cidade e Jorge não quis ir com eles. Foi aí que começou a peregrinar, à procura de trabalho mas a dificuldade era muito grande devido ao seu problema visual que beirava a uma semi-cegueira.

" Virei o que se chama de andarilho. Parava, trabalhava e seguia atrás de algo melhor."

Ele pensava em voltar, mas perdeu os documentos e não sabia se a irmã ainda morava em Florianópolis. Sem dinheiro nenhum e sem trabalho, enxergando cada vez menos, resolveu continuar pelo caminho. Ganhava comida nos restaurantes e dormia nos postos de gasolina, na beira da estrada. Com o tempo, acabou com a saúde prejudicada, quase não conseguindo mais enxergar e com fortes dores na coluna.

Enquanto isso, em Florianópolis, Amanda fazia de tudo para encontrar o irmão. Registrou boletim de ocorrência, divulgou o desaparecimento através de ONGs e sites dedicados ao tema e criou comunidades no site de relacionamento Orkut. Tentou, também, obter informações com órgãos públicos, sem sucesso. "Não existe ajuda para quem procura um parente desaparecido, a polícia  apenas registra o B.O. e fica por isso mesmo. A gente fica com o coração apertado, procurando nos lugares mais absurdos...eu via mendigos deitados  na praça e pensava: Será que não é ele?  Procurei em hospitais, albergues, em várias cidades, mas o Brasil é tão imenso, jamais  pensei encontrá-lo no Mato Grosso do Sul..."

No último sábado, Jorge chegou à cidade de Bataguaçu, no Mato Grosso do Sul. Foi lá, na região Centro-Oeste, que conheceu Edmílson Félix, dono de uma peixaria, que se interessou por sua história e providenciou comida e roupa limpa. Edmílson descobriu o telefone de Amanda e entrou em contato. Também pressionou a prefeitura para que fornecesse a Jorge uma passagem para Florianópolis e conseguiu um carro para levar o novo amigo para a cidade paulista de Presidente Prudente, a 120 quilômetros dali, onde ele embarcou em um ônibus direto para a Capital, na última quinta-feira. 

" Ele largou a peixaria e ficou correndo atrás disso" - conta Amanda , agradecida.

Após a longa espera, Jorge finalmente chegou a Florianópolis. O encontro entre irmão e irmã na rodoviária foi emocionante. 

" Eu faço questão que ele fique aqui comigo. Eu e os meus filhos - somos a família dele".

Agora, eles se dedicam a providenciar novos documentos para Jorge. Sem eles, não pode agendar uma consulta médica, que, no seu caso, é urgente. Por isso, estão em busca de ajuda para o tratamento. Enquanto isso, Amanda divulga na Internet o encontro com o irmão.

- O objetivo é alertar os órgãos federais para ajudar quem busca parentes, facilitando o acesso a informações. E também transmitir esperança, para que eles não desistam nunca.

ESTEPHANI ZAVARISE (Diário Catarinense) 

MARÇO 2007

  
 
Esta é a história de Jorge Gustavo, que motivou Amanda iab a dar início  a DESAPARECIDOS DO BRASIL. e posteriormente a este site.





 
Que a esperança esteja sempre presente no coração daqueles que tem fé .
(iab)


 
      
  •  Matéria veiculada  no Diário Catarinense conta a história da busca de Amanda pelo irmão.
 
 

  • Um trabalho de divulgação intenso que se espalhou por toda net, com a ajuda
  • de amigos inesquecíveis, Clarice foi um exemplo de como  muitas pessoas se envolveram na busca por Jorge Gustavo. 


Jorge Gustavo - Desaparecidos do Brasil


  • Abaixo, mais um exemplo de solidariedade inestimável. Mensagens iguais a esta se espalharam por centenas de comunidades do Orkut ( Ainda não existiam Facebook, Twitter, etc..)  Obrigada meu querido amigo, por tanta força que  me deu e continua até hoje se dedicando a causa dos desaparecidos.

Jorge Gustavo - Desaparecidos do Brasil - Electrons


  • Nos slydes abaixo, alguns depoimentos emocionantes dos que acompanharam a  minha busca e participaram pela net da alegria do reencontro.
  • Veja em tamanho maior

Depoimento da irm+ú Amanda

Comments