Aumentam casos de desaparecimentos em Fortaleza

Cresce 620% casos de crianças e adolescentes desaparecidos em Fortaleza

postado em 29 de mar de 2011 16:02 por Desaparecidos do Brasil

O número de crianças e adolescentes desaparecidos cresceu acentuadamente em Fortaleza (CE), mas o total de denúncias é estável. Segundo informações da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado (STDS) do Ceará, de dezembro de 2006 a novembro de 2010, a quantidade de menores de 18 anos desaparecidos saltou de 10 para 72. Os dados evidenciam a degradação de ambientes familiares, que tem sido a maior razão para o abandono das moradias, ainda que o destino seja as ruas.

A média de crianças localizadas, por outro lado, decresceu de 122, em 2006, para 58, de janeiro a novembro de 2010. Durante os últimos cinco anos, porém, a quantidade de denúncias de desaparecimentos não se alterou muito, chegando a cerca de 130 solicitações anuais.

De acordo com a coordenadora do Centro de Referência Regional Especializada em Assistência Social (Creas) do Ceará, Regiana Nogueira, não são raptos ou sequestros os maiores responsáveis pelos desaparecimentos, e sim conflitos familiares que geram insatisfação em crianças e adolescentes a ponto de eles fugirem de casa.
 
Fonte

1-1 of 1