Desaparecimentos na Bahia e em Minas aumentam 10 e 15%

postado em 12 de nov de 2011 17:32 por Desaparecidos do Brasil   [ 12 de nov de 2011 17:34 atualizado‎(s)‎ ]
Bahia tem média de cinco desaparecimentos por dia

"A dificuldade é que a lei não permite a quebra do sigilo telefônico enquanto não houver comprovação de crime associado ao desaparecimento"

Somente neste ano, de janeiro a outubro, a Divisão de Referência da Pessoa Desaparecida já contabilizou 1.526 casos, o que significa uma média diária de cinco
ocorrências.


Com 578 casos contabilizados, os adolescentes com idades entre 12 e 17 anos são destaque na estatítica, representando mais de um terço do total. A média mensal já é quase 10% maior que a registrada no ano passado.

Do número total de desaparecidos, 111 são crianças com menos de 11 anos. Outras 727 se referem a pessoas com idades entre 18 e 59 anos, e, por fim,

103 têm mais de 60 anos. Desde que a Polícia Civil criou um departamento exclusivo para investigar  casos de pessoas desaparecidas, em 2001, as ocorrências vêm aumentando ano a ano. Em 2010 foram registradas 1.941 denúncias de pessoas que sumiram, número 74% superior ao do ano anterior, que foi de 1.110.

Segundo a delegada Cristina Coelli (foto) , conflitos familiares, que podem ser de causa criminosa ou não, são o principal fator que motiva o desparecimento, principalmente na adolescência. “Os pais devem participar ativamente dos eventos envolvendo os seus filhos, como aqueles ocorridos em escolas e aniversários", disse.

A delegada explica que, após constatada a ausência de uma pessoa, a família deve registrar o caso imediatamente.

 Aumentam 15% casos de  desaparecidos em Minas

O número de adolescentes desaparecidas em Minas Gerais, com idades entre 12 e 17 anos, aumentou 15% de janeiro a outubro deste ano, em relação ao ano passado. Foram 475 casos no período. Ao todo, foram 2.289 comunicados de desaparecimento de pessoas em Minas Gerais.


Comments