Mulher que roubou bebê em 1987 é condenada a 12 anos de prisão

postado em 1 de ago de 2012 10:28 por DESAPARECIDOS DO BRASIL
O caso do bebê sequestrado por Ann Pettway finalmente chegou ao fim.
Rapto de Carlina WhiteO ano passado Ann Pettway confessou o crime cometido a 23 anos, quando ela sequestrou Carlina White, um bebê de três semanas do Hospital de Harlen nos EUA.  A mãe havia levado  a menina na emergência do hospital, pois estava com febre muito alta  lá entregou sua filhinha à Ann que estaria usando um uniforme de enfermeira.

Ann sequestrou o bebê porque queria um filho e inventou uma séria de mentiras para não contar a verdade sobre a famíia biológica da criança. Carlina, com o passar do tempo,já na adolescência,  começou a desconfiar que Ann não era sua mãe biológica, pois não via semelhanças físicas entre elas e ao pedir que os pais lhe mostrassem sua certidão de nascimento, eles se recusaram. Tentaram ainda forjar um documento o que aumentou ainda mais as suspeitas de Carline.

Finalmente, já adulta, Carline  fez buscas no Centro Nacional de Crianças Desaparecidas e Exploradas, onde ela descobriu fotos de um bebê sequestrado na época, que lembravam muito as suas próprias fotos de infância. Em janeiro de 2011, ela realizou testes de DNA que comprovaram ser ela a criança desaparecida.

A princípio, os promotores sugeriram uma pena entre dez e 12 anos de prisão para a sequestradora que hoje em 51 anos de idade, mas na última semana eles pediram aumento da sentença para 20 anos de reclusão, a recomendação não foi aceita pelo juiz.


Carline White nasceu em 15 de Junho de 1987 e cresceu a 45 km de distância de onde viviam seus pais biológicos.



Comments