Segunda mãe localizada - Regina Lucia mãe de Doron

postado em 25 de fev. de 2012 13:39 por Desaparecidos do Brasil   [ 5 de mar. de 2012 13:02 atualizado‎(s)‎ ]

Doron foi um dos primeiros que chegou ao nosso pequeno grupo de voluntárias. Ele nasceu em 27/05/1988 em Recife, PE  e levado para Israel na mesma semana, onde foi adotado com o nome de Doron Levner sem o conhecimento da mãe, como veremos a seguir.

Não tínhamos muitos dados para pesquisa, apenas o nome da mãe, Regina Lúcia da Silva, duas fotos antigas e a informação de que ela teria  se mudado para S.Paulo em 1995.

Muitas pesquisas, muitos telefonemas,  muitos homônimos de Regina Lúcia e os meses foram passando, até que um dia conseguimos finalmente o indício  de uma possível localização de sua mãe.

Regina Lúcia, entre a surpresa e alegria, recebeu muito bem nossa amiga Cléo, que foi ao seu encontro para  confirmar se era de fato a mulher que procurávamos.


Ela nos conta:

Ela era muito jovem e trabalhava numa casa, em Recife,  quando engravidou e ficou com medo de contar para sua patroa, mas com o passar dos meses não foi mais possível esconder a gravidez, foi quando a dona da casa disse que iria ajudá-la e ela acreditou na bondade da patroa.

No dia do parto,  Regina Lúcia foi  levada a um hospital para dar a luz e no dia seguinte, ao ser liberada, sua patroa trouxe uma mulher que se apresentou  como "Regina" e disse que ela iria fazer toda a documentação. A patroa disse: "Amanhã você vê o bebê", e ela confiante acreditou. Quando no outro dia, a tal Regina apareceu, a mãe de Doron perguntou, "e meu filho?"  A mulher respondeu:" Vamos primeiro assinar os papéis", e a levaram para um local onde ela assinou a papelada que acreditava ser o Registro de Nascimento, mas nada do filho.  Prometeram entregá-lo em seguida mas os dias foram passando e todo dia,  Regina Lúcia que morava na casa da patroa,  perguntava para ela, cadê meu filho, até que um dia a patroa disse: Ele está em Israel, está bem cuidado, não tem com que se preocupar.

Em estado de choque e desgostosa, Regina Lúcia saiu daquela casa e foi trabalhar em outro prédio. Mais tarde se mudou para S.Paulo.  Hoje Regina Lúcia trabalha como cozinheira, conseguiu comprar um terreninho e montar uma pequena casinha onde mora com  seu outro  filho de12 anos.  Esse filho, sempre ouvindo a mãe falar de Doron, um dia chegou a escrever para o Programa do Gugu, mas não houve resposta.

Doron e Regina Lúcia não cabem em si de  tanta  felicidade em seus corações. Já conseguiram se ''ver'' pela internet e  Doron  está programando vir ao Brasil em breve,  enquanto isso, está aprendendo  um pouco de português para o dia tão esperado em que poderá abraçar sua mãe e irmão.

Ver mais:



Se você souber de informações sobre as outras mães, entre em contato. 

contato@desaparecidosdobrasil.org













DORON  Desaparecidos do Brasil

Comments