Mobilizações pela Criança Desaparecida marcaram a semana.

postado em 1 de abr de 2012 21:44 por Amanda iab   [ atualizado em 3 de abr de 2012 19:52 por DESAPARECIDOS DO BRASIL ]
"A maior dor de uma mãe, é ter que todos os dias deitar a cabeça no travesseiro e ver que mais uma noite o seu filho não chegou...
de, Maria Zélia Soares Araújo, mãe de Amadeus César Augusto, portador de autismo, desaparecido em Diadema, SP, em setembro de 2009, aos 23 anos de idade, 

Diversos atos públicos marcaram a Semana de Mobilização Nacional para Busca e Defesa da Criança Desaparecida, que acontece entre os dias 25 a 31 de março. ( Lei 22.393 de 2011).

Em São Bernardo do Campo-SP, a Fundação da Criança promoveu a I Exposição Fotográfica Itinerante de Crianças e Adolescentes Desaparecidos. A mostra pode ser vista na Cidade dos Direitos, onde 34 fotos expostas representam os casos  onde não há nenhuma indicação de paradeiro da criança. A exposição já contribuiu para o encontro de quatro crianças.

Fonte das imagens: Internet
 Maria Aparecida Rocha - Mãe de Jorge Wilson Rocha, 29, desaparecido em 19/1/2010 a caminho do trabalho


As Mães da Sé, que completam 16 anos de luta, reuniram-se mais uma vez com as fotos de seus filhos na escadaria da Igreja da Sé no centro de São Paulo em protesto contra a falta de políticas públicas para solucionar o desaparecimento de pessoas no país. Ariel de Castro Alves, presidente da Fundação Criança salientou que o grande problema é a falta do cadastro nacional de crianças desaparecidas criado por lei em 2009 que não funciona.

Sandra Moreno, mãe de Ana Paula Moreno Germano desaparecida em outubro de 2009 também estava presente. Sua busca pela filha e a constante negativa das autoridades  na investigação do caso,  levou-a a fazer uma abaixo-assinado " + de um milhão de assinaturas pela pessoa desaparecida "  para um Projeto de Lei de Iniciativa Popular a ser levado ao Congresso Nacional. Veja aqui

No Piauí os Conselhos Tutelares irão intensificar campanha em busca de crianças desaparecidas. O conselheiro Itapuam Cavalcante disse que hoje o cadastro de crianças e adolescentes desaparecidos é simplificado no estado e qualquer pessoa pode realizar a notificação. Antes o cadastro era feito somente através das delegacias.

Em Petrópolis a mobilização realizada pela COMAC contra o desaparecimento de crianças e adolescentes foi um sucesso. conseguiu atingir o objetivo esperado: o de prevenção e de informação.

“O objetivo social de informar como prevenir o desaparecimento de uma criança, adolescente ou jovem foi alcançado. Entregamos pulseiras de identificação para que as crianças possam usar na Festa do Trabalhador, no Parque de Itaipava. Mais de 600 cartazes foram entregues para serem colados no comércio, nas igrejas e demais locais de grande visibilidade”, disse Fernanda Ferreira, Presidente da COMAC. O Ato de mobilização contou com a presença de Lenir Freitas Pinto, Assistente Social do Programa SOS Crianças Desaparecidas, da FIA – Fundação para a Infância e Adolescência.

O CFM - Conselho Regional de Medicina pediu o engajamento dos 370 mil médicos do Brasil na busca de crianças desaparecidas. Cartazes com esclarecimentos estão sendo afixados nos postos de saúde e hospitais de todo Brasil. A campanha chama atenção da sociedade e dos médicos para o grande problema do desaparecimento.
 
O Conselho Regional de Pernambuco participou de ato público e do lançamento de lei que prevê a emissão de certidão de nascimento nas maternidades.

Em São Paulo, houve o  lançamento da Caravana Siga Bem 2012. O objetivo da ação é divulgar o Disque Direitos Humanos - Disque 100, para o enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas, por meio da Siga Bem Criança.

Desaparecidos do Brasil
A Caravana percorrerá, de abril a setembro de 2012, 17 mil quilômetros e passará por 18 Estados brasileiros, com atividades que envolvem ações de responsabilidade social. "Como viajam por todo país, os caminhoneiros se tornam fortes aliados no combate à exploração sexual de crianças e adolescentes" explicou a Ministra Maria do Rosário (SDH/PR) que participou do evento.

Na capital catarinense, uma audiência pública na Câmara dos Vereadores, discutiu questões da prevenção contra o desaparecimento de crianças e a possível criação da delegacia virtual de crianças desaparecidas, com a participação da sociedade, autoridades e famíliares de pessoas desaparecidas.

O Programa SOS Criança Desaparecida da Fundação para a Infância e Adolescência (FIA/RJ) em parceria com a empresa Supergasbras, através do Projeto Chega de Saudade e da Infraero, deram início a uma nova distribuição de 40 mil cartazes com fotos de 75 crianças e adolescentes  desaparecidos, em escolas, delegacias, aeroportos, rodoviárias, juizados, hospitais e empresas privadas em todo país.

Ao longo de todo país, várias mobilizações deram atenção a projetos que visam a prevenção de desaparecimentos.

Alckmin, governador de São Paulo, causou polêmica e  indignação vetando o Projeto de Lei do dep. Hamilton Pereira, no início do mês, que previa uma política para busca a pessoas desaparecidas no estado. Só em SP ocorrem cerca de 9 mil desaparecimentos por ano, dados baseados em Boletins de Ocorrência registrados em delegacias do estado.

::
Estimativas dão conta que 78% dos casos de desaparecimento de crianças e adolescentes envolvem fugas dos lares motivadas pela violência doméstica. Na maioria desses casos o retorno ocorre através  de ação voluntária ou ajuda de  entidades  voltadas para a busca de crianças desaparecidas. Crimes de pedofilia (estupro,um grande número com morte), mendicância e dependência química também fazem parte dessa estatística.

Os outros 12% acontecem devido a sequestros por quadrilhas do tráfico humano, cujo destino dessas crianças é o mercado negro onde são vendidas para o trabalho escravo infantil, prostituição e turismo sexual, adoções no estrangeiro e até venda de órgãos. 

Desaparecidos do Brasil trabalha num campo amplo onde a prevenção, o esclarecimento e apoio às famílias são uma constante. Alertas imediatos de desaparecimento são  enviados a toda rede de voluntários, amigos e entidades parceiras, onde na maioria das vezes o resultado é positivo e a pessoa encontrada. Nos casos mais complexos, buscas e pesquisas são realizadas na tentativa de localizar  a pessoa desaparecida.

O foco principal  do DB- Desaparecidos do Brasil são as crianças desaparecidas, vítimas de pedófilos e do tráfico humano. 

Na busca por soluções, com a ajuda de amigos voluntários, DB aprofunda-se no estudo da lei, procurando respostas que venham a solucionar esse empasse, onde as vítimas do tráfico internacional de crianças, são completamente  ignoradas em seus direitos pelo seu país de origem, o Brasil.  Exportados para outros países no mercado negro, ainda bebês, eles esperam do Governo Brasileiro e dos Direitos Humanos, uma posição para por fim à este esse martírio psicológico de não saberem sua   história biológica, de onde vieram, quem são suas mães, irmãos, avós e tudo que implica no mais sagrado direito da família.


Amanda iab
31/03/2012

Mães da Sé
desaparecidos do brasil








    
Desaparecidos do Brasil
Ċ
Desaparecidos do Brasil,
3 de abr de 2012 05:19
Comments