_‎ > ‎

Encontrada sem vida - Joseane Pereira de Moraes - Cambé/PR

postado em 20 de dez de 2011 09:16 por Amanda iab   [ atualizado em 13 de jan de 2012 08:20 por DESAPARECIDOS DO BRASIL ]
SEGUEM MAIS INFORMAÇÕES  ABAIXO


NOTA- Encontrada sem vida. Assassino confessa crime.
12/01/2012

  1. É com profundo pesar que comunicamos o triste desfecho no caso da menina Joseane, desaparecida em Novembro último em Cambé, PR, 
    cujo corpo encontrado ainda depende  do laudo do DNA, porém o assassino, já preso, confessou o crime.



ALERTA - suspeita de rapto
Ocorrência: 2 de Novembro/2011

No último sábado 2/Nov, Josiane Pereira de Moraes, nove anos, desapareceu durante uma festa religiosa no Jardim Ana Eliza 3, Cambé, região metropolitana do Paraná.

 Segundo informações da avó da criança, Josiane teria ido a uma festa religiosa,  realizada em uma pracinha próximo a residência. Ao cair da noite,  ela não voltou para casa e a família saiu em sua busca.  Amiguinhos de Josiane disseram que ela não esteve na festa mas que foi vista em companhia de duas mulheres.
 
“Até agora não surgiu nenhuma informação que nos levasse a ela. A Josiane é uma menina que costumava sempre ir brincar e voltava para casa.” disse sua avó Maria da Pereira Soares.

Investigação:
O delegado de Cambé, Jorge Barbosa, disse que já solicitou auxílio para o Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride). “Estamos empenhados e qualquer informação é importante para encontrarmos a menina”, disse.

A avó da menina descreveu Josiane como sendo uma menina de baixa estatura, pele morena, cabelos lisos cortados na altura dos ombros. Qualquer informação pode ser repassada para a polícia de Cambé ou para a família nos telefones: 8493-4199 e 3343-4240.


Atualização - 20/12/2011

 Integrantes do Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride) ajudam a polícia local nas investigações.

A delegada do Sicride, Danielle Oliveira Serighelli, admitiu que está com dificuldades para dar andamento ao caso. "Conseguimos, até agora, descartar a possibilidade de a menina ter desaparecido depois da festa. Conversamos com pessoas que participaram do evento religioso. Ninguém confirmou a presença de Josiane no local", disse. O boato de que o corpo da criança já havia sido encontrado também foi desmentido pela delegada. "Até agora, nada sobre isso foi repassado à polícia. Pedimos a cooperação da população, para que especulações do tipo não sejam espalhadas na  cidade. Os boatos só atrapalham as investigações."

Outra informação, de que um garoto a teria visto Josiane no carro com duas mulheres, também já foi apurada pelo Sicride. "O menino não consegue confirmar que a criança no veículo era, de fato, Josiane. Por enquanto, descartamos esta hipótese", esclareceu.

Apesar de todas as dificuldades, a delegada garantiu que as investigações só vão ser finalizadas "depois que a menina for localizada". Quem tiver mais informações sobre o paradeiro de Josiane pode ligar para o telefone (43) 3343-4240.
 
 

 Nova atualização  07/01/2012
 
Uma equipe do Serviço de Investigações de Crianças Desaparecidas (Sicride) esteve nesta sexta-feira (6) em Cambé (16 km de Londrina). O motivo foi o achado do corpo de uma criança na tarde de quinta-feira (5) em um fundo de vale do Conjunto Ana Elisa III que pode ser o de Joseane Pereira Moraes, de 9 anos, desaparecida há um mês no município.
 

Às 17h40 a assessoria de imprensa do órgão ainda não tinha informações se a delegada Daniele de Oliveira Seriguelli havia retornado ao local onde a ossada havia sido encontrada. Ela não foi encontrada para falar sobre o assunto.

Segundo a assessoria, somente com o resultado dos laudos do Instituto Médico-Legal (IML) será possível confirmar se o corpo é da garotinha desaparecida. Informações repassadas pelo IML em Londrina ao órgão dão conta de que parte da mandíbula encontrada é de uma criança, uma vez que foram constatados que há dentes de leite e definitivo, o que indica a troca da dentição.

A dificuldade, no entanto, surgiria em afirmar se o material genético é de Joseane ou não. Partes do crânio também não continuam cabelo, o que também traria novos entraves para a investigação. A análise dos ossos deverá ser feita após a reabertura do laboratório da Universidade Estadual de Londrina (UEL), que retoma as atividades na segunda-feira (9).

O delegado de Cambé, Jorge Barbosa, não quis dar detalhes da situação e disse que só deve assumir o caso se de fato os exames comprovarem que o corpo é de Joseane.

A chefe do IML em Londrina, Cristiane de Souza, foi procurada pela reportagem de odiario.com, mas não foi localizada. Ela havia comentado que a médica odontolegista do instituto recebeu partes de um crânio na segunda-feira (2) e solicitou novas buscas no local. A região era próxima ao local onde Joseane foi vista pela última vez.

FONTE - O Diário.com



Joseane Pereira de Moraes Desaparecidos do Brasil


Polêmica:  Informações contraditórias apontam falhas no Boletim de Ocorrência e início das investigações.

Visinhos afirmam que a família, ao fazer o B.O. na Delegacia local,  não foi atendida corretamente, sendo  informada que deveria retornar no dia seguinte quando completassem 48h, o  que é ilegal pois a Legislação atual diz que  a BUSCA DEVE SER IMEDIATA!

No mesmo dia foi dado um alerta  de desaparecimento no Facebook, por uma visinha indignada com o mal atendimento na delegacia.

Dois dias depois é noticiado em um jornal local que a polícia lamentou  a ''demora'' da família em fazer a ocorrência do desaparecimento.

Nesse impasse, o resultado foi a perda de horas preciosas que facilitaram o rapto da criança  que até o meomento ainda não foli localizada.







Comments