Mãe trocada

No documento da adoção, o nome de uma mãe, uma data de nascimento, uma cidade...
mas a mãe que deu entrada no hospital foi internada com outro nome...
Por I.Amanda Boldeke


Shiri Araujo  é um caso típico,  entre tantos que aconteceram nos anos 80!.  [Processo Arlete Hilu, Fls 822.]

Shiri, a muito procura suas raízes, quer conhecer a mãe, saber sua história!

O email chegou em maio de 2012,

2012/5/17 

 Hi Amanda 
My name is Shiri and I was born in 12/10/1984 in Joinville,
Santa Catarina today I live in Israel and try to find my biologist perents
if you can give me your telephone namber I will be heppy to
speak with you
I will be very grateful for any assistance
shiri

Em sua Certidão de adoção, o nome de Luciana Mara de  Araujo consta como mãe biológica. O mesmo nome
aparece na Carteirinha de Saúde emitido pela Maternidade Darcy Vargas de Joinville, SC, onde Shiri nasceu.

Shiri conta que seus pais adotivos vieram de Israel ao Brasil e aqui, uma pessoa, supostamente um advogado, informou que havia uma criança para adoção em Santa Catarina. Ficaram algumas semanas hospedados em um  hotel, em Curitiba, PR, depois já com os documentos e a criança seguiram para Israel em dezembro de 84. A autorização para viagem da menor  foi  dada pelo Juizado de Menores, com assinatura de J.M.Calabrezi, escrivão cartorário, personagem conhecido nos processos de adoção ilegal de Arlete Hilu.

Nossas  buscas pela mãe biológica, Luciana Mara de Araujo, se estenderam através dos meses, onde contatos com prováveis parentes
resultavam sempre em negativas.

Finalmente em meados de agosto, o momento tão esperado. Conseguimos o celular da M.J.A  (a pedido, o nome será omitido), irmã da Luciana e tentei por várias vezes falar com ela, mas houve uma certa resistência, sempre pedindo para ligar no dia seguinte, até que finalmente, um dia ela disse: Vamos conversar, vou lhe contar tudo, mas a história é longa.

M.J. , em meio a evasivas conta que teve uma filha, na Maternidade Darcy Vargas, Joinville, SC,  em fins de 1984, não lembrava a data, mas essa filha ao nascer foi levada por uma mulher  (Isolete, atualmente falecida. Segundo ela,  foi ela quem fez a documentação quando M.J. chegou à Maternidade) e somente esteve em contato com a filhinha no dia do nascimento, quando lhe deu de mamar uma única vez. Segundo ela, ainda, a Shiri seria  sua filha , pois não tinha conhecimento que a irmã Luciana Mara de Araujo, tivesse tido um filho naquela época.
Mais alguns dias se passaram,  e continuei ligando, sempre tentando saber mais detalhes da história

Mantivemos em seguida um contato através do facebook com outra filha de M.J., onde  mostrei à elas, a foto da Shiri bebê e a cart. da maternidade, às quais M.J. (pela internet) disse reconhecer como sendo sua filha:"disse que se parece com o pai dela...[..] ela tem certeza pela data e início da manhã "

Depois disso, a filha da M.J., enviou algumas fotos da família, as quais repassei para Shiri.

As três entraram em contato, porém diante da novidade de " ser outra a sua mãe", Shiri pediu que se fizesse um exame DNA de comprovação de maternidade.

No dia 29 de agosto nossa conversa continua pois ficaram dúvidas quanto as datas de nascimento e registro na Maternidade em nome da Luciana Mara de Araujo, a qual não era irmã da M.J. como havia sido entendido e falado até então.
"é possível que esta mulher chamada Isolete, hoje já falecida, tenha dado o nome da Luciana, que é sobrinha da minha mãe, mais meus avós a criaram como filha, por esta motivo minha mãe a chama de irmã." disse a flha de M.J..

Ficou esclarecido que:
Luciana Mara de Araujo é filha de Edelete ( ou Edilete) Sirlei Araujo (falecida)
Edilete era  irmã da M.J. e portanto Luciana Mara sobrinha da M.J.. 

O caso todo contém algumas lacunas, que de acordo com a explicação que tivemos,  M.J. ficou um pouco esquecida dos fatos em decorrência de um AVC que ela sofreu há algum tempo atrás.

A foto que nos foi mostrada como sendo da Luciana Mara de Araujo, enviei para Shiri, que a mostrou aos seus pais adotivos ( quando estiveram no Brasil  para pegar o bebê). Eles não reconheceram a pessoa da foto como sendo a Luciana que assinou os papeis de adoção. 

Ficamos portanto a espera do resultado dos exames de DNA que  M.J. e Shiri  pretendem fazer, para comprovar se de fato são mãe e filha
como tudo indica ser.

ATUALIZAÇÃO: 
Em 02/11/2012 Shiri recebeu o resultado do exame de DNA.  Aguardamos as considerações finais para definirmos a necessidade
de continuarmos com as buscas pela Luciana Mara de Araujo.

ATUALIZAÇÃO: 09/11/2012
Diante  do exame DNA  com resultado de teste de  maternidade NEGATIVO,  a possibilidade  de M.J. ser a mãe biológica de Shiri se torna inviável. 
Continuaremos com a busca  na tentativa de encontrar a pessoa que consta nos documentos da Shiri, como sendo sua mãe biológica, a Luciana Mara de Araujo.


Grupo voluntário com participação de pesquisas
Sandra Chialastri, Sandra M. Mendonça, Andrea Marcondes, Isaura Mandrik, Mônica Foltran, Lior Vilk,  Amanda.



I.Amanda Boldeke
31/08/2012.

Direitos autorais.
Reprodução permitida após autorização.





Comments